EPILEPSIA

Epilepsia é uma doença que para ser diagnosticada a pessoa deve ter tido pelo menos uma das três condições:

(1) Pelo menos duas crises epilépticas não provocadas (ou reflexas) ocorrendo em um intervalo superior a 24h;

(2) uma crise epiléptica não provocada (ou reflexa) e a probabilidade de ocorrência de crises epilépticas similar ao risco de recorrência em geral (de pelo menos 60%) após duas crises epilépticas não provocadas, ocorrendo nos próximos 10 anos;

(3) diagnóstico de uma síndrome epiléptica.

Existem variados tipos de crises epilépticas, sendo que a convulsão é apenas um tipo de crise, é o tipo mais intenso e conhecido, no qual o paciente perde os sentidos e se debate. Existem outros tipos de crises que podem ser desligamentos rápidos, formigamentos, espasmos, movimentos repetitivos de apenas alguns grupos musculares.